quarta-feira, 12 de agosto de 2015

MARATONA DO RIO DE JANEIRO 2015


Após um ano sem publicar no blog, volto a escrever com muitas novidades legais e muitas histórias que se resumirão apenas em trechos.
No final do ano de 2014 corri minha 1° Meia Maratona de montanha - Igaratá 23k que se resume em fortes emoções, câimbras e dor, deixando um gostinho por corrida Traill  que com certeza me fará voltar as trilhas e montanhas. " Airton Senna Racing Day"- Maratona de revezamento dentro do autódromo de Interlagos, fiz muitas provas de 10km e algumas meia maratona, treinos em trilhas e planos futuros, segue...

RIO MARATHON 42K -  Certo dia em um encontro de amigos um cara muito gente boa code nome Abílio, veio com um tablet, o colocou nas minhas mãos e disse:  Já fiz minha inscrição para a Maratona do Rio 2015, será minha primeira, faça a sua! Vamos treinar juntos.
Eu como odeio correr disse á ele:  Parabéns cara! claro que faço, só se for agora, vamos pro Rio pô, correr os 42, show!!  Ai então iniciou-se mais uma, ou melhor, muitas histórias dentro do projeto , correr a Maratona do Rio.
Ali mesmo finalizei a minha inscrição nos comprometemos a levar as esposas, à final, além de nossas mulheres seria uma viagem bacana e bonita para curtir muito, além de correr.

Mesmo com pouco treinamento, más com muita vontade de viver e correr, no sábado que antecedia a prova, embarcamos num voo e lá chegando fomos diretamente a Feira da Maratona retirar os kits, chegamos encima da hora; já prevíamos!  Não foi possível antecipar o voo más graças á Deus estávamos lá. A Feira da Prova estava Linda !
Tudo muito organizado, stands bonitos, uma estrutura bacana lindo de ver, digna de uma grande Maratona.
Foi lá que conhecemos pessoalmente o carismático e fenomenal Ultramaratonista, Márcio Villar, que nos tratou com muita simplicidade e atenção e nos deu dicas preciosas; Demos muitas risadas.
O esporte causa isso, une pessoas do bem que propagam o afeto e ensinam a fazer as boas ações mutuamente.  Grande abraço Márcio!


Chegamos ao hotel, logo arrumei o material da prova, numeração, chip no tênnis, nutrição, fui tomar um banho e fomos jantar.
Pensa num jantar demorado pra servir.. multiplica por 42, ao menos compensou, creio que a demora era fome pois o jantar estava fenomenal. Tudo ocorreu tranquilamente, estávamos bem e felizes e após alguns minutos de boa conversa fomos dormir ou tentar porque em poucas horas levantaríamos para correr uma das mais lindas Maratonas do Mundo!

Domingo 26 de julho de 2015 - 4:30 a.m, após um banhão pra acordar e muitos agradecimentos a Deus por estar ali, fiz alguns pedidos pra que ocorresse tudo bem a mim e aos meus amigos que fariam sua primeira maratona. As mulheres ficaram em seus aposentos e nós pegamos um táxi até a largada, conhecemos então o taxista mais maluco do mundo.
Passamos em outro hotel para buscar nosso querido amigo Milton o famoso "Japa" e partimos para o Recreio dos Bandeirantes onde em 2 horas largaríamos na tão desejada corrida.
O Japa também faria ali, sua primeira maratona, saindo um pouco das trilhas e corridas de aventura e montanha que são suas maiores diversões!

As 7:00 em ponto largamos num lugar lindo com temperatura próxima á 22 °C, sem chuva, até então tudo perfeito. Nosso propósito seria correr num pace entre 5'30'', 5'40'' p/km e conseguimos eu e o Abílio até o km 22 /23, o Japa sumiu no meio dos atletas.
 A falta de treino longo em ritmo de prova surgiu por ali na subida de São Conrado onde o ritmo caiu e após alguns trotes a andadas rápidas, retornamos a correr más fora do pace que vinhamos fazendo.

Sem deixar qualquer desânimo se aproximar, enquanto corria observava a paisagem, aliás 42 km de pura paisagem, um mar lindo de águas azuis e as vezes esverdeadas, faziam ondas mais que brancas quebrarem fazendo um som fantástico que nos preenchiam com a sublime energia que só a natureza oferece.
Corremos no Recreio dos Bandeirantes, Barra da Tijuca, São Conrado, Leblon, Ipanema, Copacabana, Botafogo e Flamengo, chegando no Aterro, tudo necessária mente nessa ordem.

 Abílio e eu vinhamos sempre próximos, conversamos durante a prova, rimos, refletimos e com certeza em nosso intimo, cada um agradeceu á Deus por estar ali, independente de qualquer ritmo ou tempo final de prova.
O que eu fui buscar consegui! Correr, curtir, viver, viajar e é claro queria chegar nos quilômetros 37, 38.

KM 38  Lá se iniciava a dificuldade com a longa jornada de 4 km para o final da maratona, bricadeiras a parte porém verdade, as pernas pesaram e os pés doíam más a cabeça e o coração vibravam de felicidade.

KM 41 e o pórtico não chegava!  eu já sabia que esse um quilômetro final custaria á chegar, más dessa vez eu queria que demorasse mesmo, viajei literalmente no final dessa maratona, curti vivi muito!

Nos últimos 200 metros, tinham muitos cones que faziam um funil e nós atletas, chegávamos com muita gente muitas mesmo ao lado apoiando, aplaudindo e se emocionando ao ver cada atleta chegar, completando e realizando seus respectivos sonhos e vitórias pessoais.

Alguns chegam gritando, outros sendo ajudados, se benzendo e muitos assim como eu agradecendo á Deus por tudo ! Chorando de felicidade, pensando no trabalho, na minha família, vida, amigos e no  meu Filho.
 Passei no Tapete com 4 horas e 30 min de corrida, o Abílio chegou poucos minutos depois e o Japa alguns minutos a nossa frente. Todos bem, satisfeitos, cansados e muito felizes !!!


Queremos mais o que da vida?
Ter saúde pra correr mais !!!


Site da Maratona - http://www.maratonadorio.com.br/
Slide da Prova -  https://www.youtube.com/watch?v=NXEpnoGxIdw



Nenhum comentário:

Postar um comentário