quarta-feira, 21 de setembro de 2016

15/11/2015 - Maratona Caixa de  Curitiba - PR

Maratona Caixa de Curitiba 2015 - PR

Pela segunda vez nessa linda cidade, tive o prazer de correr em solo curitibano, os 42 kilômetros  até aqui, os mais pesados por mim percorridos. Não vou dizer que foi uma maratona extremamente difícil pois o clima contribuiu muito, a temperatura  no inicio foi entorno de 23°C, chegando aos 29°C, no final da prova.
 Saindo de Guarulhos - Cumbica, fiquei no Hotel San Juan, 200 mtrs da largada e chegada da maratona, ajudou muito no pós prova, depois de correr uma maratona tudo que queremos é o hotel pra relaxar e se recuperar.

A retirada do kit foi na loja Pró Correr, no centro de Curitiba, particularmente não gostei, localização estranha, sem estacionamento próximo, pessoas em fila aguardando a entrada na rua, loja sem espaço físico para uma demanda de atletas. Linda loja, porém a Maratona de Curitiba merece uma Expo a altura que ela é. O Chip foi retornável, tendo o inconveniente de ter que ir mais cedo pra retirar no dia da prova e outro que é de conseguir tirá-lo depois de correr uma Maratona.

 No dia anterior a prova fiquei um pouco preocupado com o calor que fazia, 33°C e muito abafado, clima nada legal pra se correr uma maratona, mas no dia da prova graças a Deus amanheceu fresquinho sem sol.  No dia da prova a largada estava prevista para as 7:15 e por saber do evento o Hotel que eu estava adiantou o café da manhã para as 5:30, ajudando muito pra fazermos aquela boa nutrição pré maratona.

Eu já estava mais tranquilo, não era mais marinheiro de primeira viagem e parti pro inicio da prova com a intenção apenas de terminar sem me preocupar com tempo, o propósito foi diversão, saúde, chegar bem, além de outros motivos pessoais no qual me preencho cada vez mais em cada prova realizada. O evento teve distâncias de 5km, 10km e os 42km, muito bem organizados!. Apenas levando minhas lastimáveis vaias e mal reconhecimento há uma grande parte dos motorista da cidade, em muitos pontos da corrida, buzinavam, brigavam com os guardas de trânsito, xingavam os atletas devido aos desvios no trânsito...enfim, domingo de manha, de mal humor, porque tem maratonistas vivendo, sendo felizes,..á mew volta pra cama !!!

Larguei tranquilo, me sentindo zerado até o km 20, a maratona tem muitos morrinhos, desce também, porém conta com várias subidas no percurso, a hidratação é muito boa, me cuidei do inicio ao fim em todos os postos sempre um copo d´agua. É uma maratona que desde o inicio não tem aglomeração você corre livre, apenas não concordo em... ter muito numero de ciclistas dando apoio á muitos corredores.. vi gente caindo por culpa de ciclista desviando de corredores..enfim.. virou bagunça em muitos pontos. Se a prova tem ponto de apoio, hidratação e tem ótima estrutura a proibição de auxílio externo deve acontecer, Ciclista acompanhando atleta inscrito é errado, pior ainda ciclista apoiando pipoqueiro!!!.. imaginem se todo corredor tivesse um amigo ciclista ao lado !!! OBS..adoro bike !!! Más cada um na sua prova e modalidade.

Devido ao acumulo de subidas no km 30 as pernas doem.. e foi lá que encontrei meu amigo de Itanhaém o triatleta Neto Gomes, onde juntos fechamos os últimos 12 sofridos Kilômetros. Fechamos conversando, rindo, vivendo, felizes, sofrendo, enfim coisas que só quem faz Maratona sabe como é. Cada atleta tem inúmeras dificuldades  pra chegar até a linda final de uma maratona, temos muito planejamento, derramamos muito suor, passamos por dias que a unica coisa que não queremos é ir treinar,  mesmo assim vamos!!  no final desse treino vem o retorno do dever cumprido.. essa rotina nos glorifica Maratonistas, onde ao passar pelo pórtico de uma corrida tão desafiadora, tão desgastante, a mesma nos devolve coragem, força e ânimo de viver melhor!.
 Fica aqui meu abraço ao meu camarada Neto que  é um guerreiro atleta!!!
Deixo mais esse registro, como recordação e exemplo a quem quer que seja de que... podemos mais do que imaginamos, que tudo tem seu tempo, que após a batalha, a guerra, a tempestade, vem a recompensa, a paz e o que Deus quer realmente para nós.

 Filho Te amo cara !!!



























LOCAL - Praça do Centro Cívico - Curitiba/PR
DATA - 15/11/2015 meu aniversário !!! rs, olha o presente correr 42km
DISTÂNCIA - 42,195 mtrs

INSCRIÇÃO - R$ 92,00
Kit - Numero de peito, viseira, camiseta, meia, toalha e sacolinha..belo kit !!!










quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Meia Maratona da Praia Grande 2015




A Meia Maratona aconteceu dia 20/09/2015, sem muitas novidades em relação ás etapas anteriores, lembrando que essa prova é realizada uma vez por ano, com percurso 100% plano e sempre muito quente.

KITS - Esse ano, por conta talvez de pouco patrocínio ou a soberba ganancia dos organizadores por dinheiro, fizeram a Meia Maratona ter o pior kit de todos os últimos 5 ou 6 anos que corri aqui, o melhorzinho foi a camiseta, más nada a mais de interessante no kit, então não tenho nem o que comentar positivamente sobre essa parte da prova.

ORGANIZAÇÃO - Prova com muitos stafs, água que supriu a demanda de corredores, largada pontual, 10 minutos de atraso não  é atraso enfim... sempre bem organizada, podendo ser muito melhorado e contendo mais incrementos aos corredores, mais massagem no final, maior numero de ambulâncias, sempre não sei porque todo ano vejo 2 ou 3 desmaiando nessa prova, talvez o povo exagere por ser plana, mas não sabendo que é quente a 2° metade então pesa!



No numeral, segue minha homenagem ao Miguel, meu filhão que esta no meu coração e na minha mente em todos os treinos e principalmente nas provas, torço pra que ele tenha um mundo bom.. que seja um homem do bem, esportista ou não, que tenha bom caráter, seja honesto consigo mesmo e com todos, que ele se lembre sempre que desde 2011 quando ele nasceu toda minha vida esportiva e demais, ele sempre me motiva, cada medalha, cada troféu é principalmente pra ele, pra você carinha.. te amo!!!



Acima uma foto do km 17, muito quente vendo as tiazinhas que estavam fazendo a prova de 10km, elas largaram meia hora após nossa largada e eu ainda consegui dar uma volta num monte de gente, os treinos estão melhorando, é minha segunda semana após iniciar o funcional que brevemente farei um post sobre esse treinamento. Fui pra essa prova bem pesado, com intenção de treino mesmo, iniciando um ciclo pra uma maratona que talvez faça em Novembro em Curitiba.



Tempo final acima, graças a Deus sem me matar fechei sub 2 horas, éra o propósito pra essa prova e fiquei muito contente por mais um ano estar aqui pra me divertir nessa tradicional prova da região onde moro, que reuniu 3.300 atletas!!!

Deus abençoe á todos, vamos em busca de superação sempre !!!

Abaixo um vídeo rápido de como foi essa Meia Maratona.


                                         



quinta-feira, 24 de setembro de 2015

DESAFIO BOOST ENDLESS RUN - ADIDAS





Costumo dizer que fico feliz pelas provas que realizo quando as termino assim, como mostra a foto acima, apenas de chegar cansado, satisfeito, com um tempo de prova bom ..nem em primeiro lugar, nem último, más chegar agradecendo a Deus por mais essa!!!




O desafio foi encarado como prova treino para a Meia Maratona de Praia Grande que aconteceria na semana seguinte. 
O Desafio Adless Boost nada mais é do que! Cada atleta, percorre inicialmente a distância de 10 km, se recupera num intervalo de aproximadamente 30 minutos e voltar para uma nova Largada pra correr outra distância de mais 5 km.
Os melhores atletas sendo 200 homens e 100 mulheres que completaram as 2 distâncias com o menor tempo liquido, fizeram mais 1 km de tiro, sendo esse o ultimo desafio especial.




Mesmo sendo uma prova rápida, esse formato de corrida é complicado!  Pois, após correr e parar você não tem mais ânimo pra voltar a correr, ainda mais quando é curta a distância e consequentemente o ritmo é maior. Fazia muito frio e não troquei a camisa no intervalo ficando com a camiseta molhada batendo os dentes de frio até a próxima largada.
No Geral a prova foi maravilhosa, Compensou muito ter ido, nos divertimos muito eu e meus amigos, companheiros de corridas, um abraço enorme a vocês.


César, Abílio, eu e Fábio Pilli

Abaixo vou postar dois vídeos do canal que sigo de corrida o programa Fôlego, mega recomendado pra quem quer saber das principais Maratonas do Mundo, diversas corridas de todas as distâncias, indicações de tênis, dicas preciosas apresentadas por meu amigo Gustavo Maia. Acompanhem, vale a pena assistir como foi essa linda corrida detalhe por detalhe!!!




Foto maked by - Me


                                             Medalha linda da Prova, kit Maravilhoso!!!

















quarta-feira, 12 de agosto de 2015

MARATONA DO RIO DE JANEIRO 2015


Após um ano sem publicar no blog, volto a escrever com muitas novidades legais e muitas histórias que se resumirão apenas em trechos.
No final do ano de 2014 corri minha 1° Meia Maratona de montanha - Igaratá 23k que se resume em fortes emoções, câimbras e dor, deixando um gostinho por corrida Traill  que com certeza me fará voltar as trilhas e montanhas. " Airton Senna Racing Day"- Maratona de revezamento dentro do autódromo de Interlagos, fiz muitas provas de 10km e algumas meia maratona, treinos em trilhas e planos futuros, segue...

RIO MARATHON 42K -  Certo dia em um encontro de amigos um cara muito gente boa code nome Abílio, veio com um tablet, o colocou nas minhas mãos e disse:  Já fiz minha inscrição para a Maratona do Rio 2015, será minha primeira, faça a sua! Vamos treinar juntos.
Eu como odeio correr disse á ele:  Parabéns cara! claro que faço, só se for agora, vamos pro Rio pô, correr os 42, show!!  Ai então iniciou-se mais uma, ou melhor, muitas histórias dentro do projeto , correr a Maratona do Rio.
Ali mesmo finalizei a minha inscrição nos comprometemos a levar as esposas, à final, além de nossas mulheres seria uma viagem bacana e bonita para curtir muito, além de correr.

Mesmo com pouco treinamento, más com muita vontade de viver e correr, no sábado que antecedia a prova, embarcamos num voo e lá chegando fomos diretamente a Feira da Maratona retirar os kits, chegamos encima da hora; já prevíamos!  Não foi possível antecipar o voo más graças á Deus estávamos lá. A Feira da Prova estava Linda !
Tudo muito organizado, stands bonitos, uma estrutura bacana lindo de ver, digna de uma grande Maratona.
Foi lá que conhecemos pessoalmente o carismático e fenomenal Ultramaratonista, Márcio Villar, que nos tratou com muita simplicidade e atenção e nos deu dicas preciosas; Demos muitas risadas.
O esporte causa isso, une pessoas do bem que propagam o afeto e ensinam a fazer as boas ações mutuamente.  Grande abraço Márcio!


Chegamos ao hotel, logo arrumei o material da prova, numeração, chip no tênnis, nutrição, fui tomar um banho e fomos jantar.
Pensa num jantar demorado pra servir.. multiplica por 42, ao menos compensou, creio que a demora era fome pois o jantar estava fenomenal. Tudo ocorreu tranquilamente, estávamos bem e felizes e após alguns minutos de boa conversa fomos dormir ou tentar porque em poucas horas levantaríamos para correr uma das mais lindas Maratonas do Mundo!

Domingo 26 de julho de 2015 - 4:30 a.m, após um banhão pra acordar e muitos agradecimentos a Deus por estar ali, fiz alguns pedidos pra que ocorresse tudo bem a mim e aos meus amigos que fariam sua primeira maratona. As mulheres ficaram em seus aposentos e nós pegamos um táxi até a largada, conhecemos então o taxista mais maluco do mundo.
Passamos em outro hotel para buscar nosso querido amigo Milton o famoso "Japa" e partimos para o Recreio dos Bandeirantes onde em 2 horas largaríamos na tão desejada corrida.
O Japa também faria ali, sua primeira maratona, saindo um pouco das trilhas e corridas de aventura e montanha que são suas maiores diversões!

As 7:00 em ponto largamos num lugar lindo com temperatura próxima á 22 °C, sem chuva, até então tudo perfeito. Nosso propósito seria correr num pace entre 5'30'', 5'40'' p/km e conseguimos eu e o Abílio até o km 22 /23, o Japa sumiu no meio dos atletas.
 A falta de treino longo em ritmo de prova surgiu por ali na subida de São Conrado onde o ritmo caiu e após alguns trotes a andadas rápidas, retornamos a correr más fora do pace que vinhamos fazendo.

Sem deixar qualquer desânimo se aproximar, enquanto corria observava a paisagem, aliás 42 km de pura paisagem, um mar lindo de águas azuis e as vezes esverdeadas, faziam ondas mais que brancas quebrarem fazendo um som fantástico que nos preenchiam com a sublime energia que só a natureza oferece.
Corremos no Recreio dos Bandeirantes, Barra da Tijuca, São Conrado, Leblon, Ipanema, Copacabana, Botafogo e Flamengo, chegando no Aterro, tudo necessária mente nessa ordem.

 Abílio e eu vinhamos sempre próximos, conversamos durante a prova, rimos, refletimos e com certeza em nosso intimo, cada um agradeceu á Deus por estar ali, independente de qualquer ritmo ou tempo final de prova.
O que eu fui buscar consegui! Correr, curtir, viver, viajar e é claro queria chegar nos quilômetros 37, 38.

KM 38  Lá se iniciava a dificuldade com a longa jornada de 4 km para o final da maratona, bricadeiras a parte porém verdade, as pernas pesaram e os pés doíam más a cabeça e o coração vibravam de felicidade.

KM 41 e o pórtico não chegava!  eu já sabia que esse um quilômetro final custaria á chegar, más dessa vez eu queria que demorasse mesmo, viajei literalmente no final dessa maratona, curti vivi muito!

Nos últimos 200 metros, tinham muitos cones que faziam um funil e nós atletas, chegávamos com muita gente muitas mesmo ao lado apoiando, aplaudindo e se emocionando ao ver cada atleta chegar, completando e realizando seus respectivos sonhos e vitórias pessoais.

Alguns chegam gritando, outros sendo ajudados, se benzendo e muitos assim como eu agradecendo á Deus por tudo ! Chorando de felicidade, pensando no trabalho, na minha família, vida, amigos e no  meu Filho.
 Passei no Tapete com 4 horas e 30 min de corrida, o Abílio chegou poucos minutos depois e o Japa alguns minutos a nossa frente. Todos bem, satisfeitos, cansados e muito felizes !!!


Queremos mais o que da vida?
Ter saúde pra correr mais !!!


Site da Maratona - http://www.maratonadorio.com.br/
Slide da Prova -  https://www.youtube.com/watch?v=NXEpnoGxIdw



segunda-feira, 9 de junho de 2014

Tri Dash 113

                                         Voltando a famosa Ilha da Magia rs!


Com a distância Ironman 70.3 venho me divertir mais um vez em Florianópolis,  participar da primeira edição do Dash Triathlon ou Tri Dash 113.
No formato meio  Ironmam  que correspondem a 1,9km/90km/21km, nadamos pedalamos e corremos num dia inesquecível para todos, contudo o que pudemos disfrutar em termos de natureza e também pelos detalhes da prova desde a entrega dos kits à cerimonia de premiação, onde sem duvidas mostrou muita competência por parte da organização.

Conseguindo a inscrição no primeiro lote só cabia a mim a responsabilidade de treinar para o dia da etapa, porém com tantos compromissos não consegui realizar os devidos treinamentos que não são poucos! Também ocorrendo um imprevisto no meu principal treinamento de ciclismo que talvez me tiraria de vez da prova, nada disso foi maior que o bem que Deus cria em nossas vidas, na minha com certeza cada vez mais. Fui mesmo assim, tendo mais certeza de que enquanto muitos destroem a vida e outros não tem perspectiva de progresso, se buscarmos uma vida melhor longe problemas e pessoas frustradas as coisas acontecem melhores do que imaginamos.
Ficamos numa Big House com uma turma linda todos de Belém do Pará, uma turma que dispensa comentários, simplesmente uma galera linda e humilde!! Deixo aqui minha saudade de cada um de vocês, amigos que terei para sempre, isso é o que o esporte constrói, em especial um abração para meu brother,  Adonis Santana, que se não fosse ele nem sei onde teria me hospedado.

Muitas risadas na sexta, muitas risadas e expectativa para a prova no sábado, treinos leves, muita comida e um clima que se pudéssemos viver daquela forma ninguém ali iria querer mais trocar de vida.

Enfim chega o tão esperado dia, Largamos para os 113km de prova, iniciando com um mar lindo, calmo no mesmo lugar do Ironman Brasil que acontece no mês de maio de todos os anos.
Fiz a natação dentro do esperado, como sempre a largada foi muito tumultuada, sai inteirão até porque fiz sem pressa sem pensar em tempo, parti pro ciclismo bem e curti cada kilometro daquele lugar. Ao contrario de Brasília lá estava muito agradável o clima, fiz um pedal dentro dos conformes lá passamos por algumas subidas más não ventou forte o que facilitou no ciclismo.

Na corrida senti algumas câimbras depois do km 12 mas nada que estranhasse, o objetivo foi realizado, conclui a prova e cheguei bem.. a final essa eu fui com o propósito de chegar independente do tempo.


Hoje dia 01 de dezembro de 2013 após 4 meses de ter feito o Iron 70.3 Brasília completei mais um Ironmam 70.3 meu terceiro, eu que nunca pensei em correr até a esquina.


Obrigado a Deus primeiramente, Familia, filho papai te ama e aos meus amigos que lá estavam.

                                                                        Video Oficial




quinta-feira, 1 de maio de 2014

IRONMAN 70.3 BRASÍLIA


Domingo, 25 de agosto, o Ironman 70.3 Brasil 2013 desafiou mil atletas a percorrerem 1.9 km de natação, 90.1 km de ciclismo e 21.1 km de corrida. Após 5 anos, Brasília voltou a sediar uma das maiores provas de triathlon da América Sul e proporcionou momentos inesquecíveis aos competidores e seus familiares.
Saindo de São Paulo fiz uma ponte aérea para Brasília onde já no desembarque senti o clima quente e o ar seco que fazia alí e logo pensei .. sofrimento está por vir !! Obá !!
Optei por alugar um carro onde pude conhecer a Cidade de um modo geral, dirigi muito por lá, como fui sozinho ou melhor eu e Deus, quase não parava no hotel, apenas estava para comer, dormir e fazer os ajustes do material da prova bike etc.. quando não, percorria  com o mapa na mão, de asa á asa daquela linda cidade que muito gostei de conhecer.
A noite que antecedia a prova quase não dormi, pois meu nariz estava seco, chegou a sangrar, não tinha soro, senti muito essa diferença do ar por morar no litoral e estar no centro-oeste do Brasil num período de pouca chuvas por lá, pelo visto não chovia há muito tempo por alí, as árvores estavam secas e o  mato queimado tudo muito parecido com deserto rs.

Acordei para a tão esperada Largada daquela que seria minha segunda prova de Ironman 70.3, cheguei no Pontão Lago Sul ainda escuro, já havia tomado café e  o clima estava geladinho naquele final da madrugada, logo clareou, entregamos as bikes e logo os atletas se jogavam na água daquele imenso e belo  lago, com o propósito de um contagiante aquecimento e espera do som da corneta dando inicio a grande prova!
Graças a Deus fiz uma natação dentro dos conformes, apenas  no inicio muita gente acumulada, me cuidei para não me baterem e arrancarem meu óculos como quase sempre acontece, más muitos pés na minha frente estavam, consegui um espaço legal e me mantive até o final.
Saindo dos 1,9km de Natação fomos para a T1 onde retiramos a roupa de neoprene e nos preparamos para o ciclismo.. para os 90km na bike em 3 voltas de 30km.
Como previsto, o clima foi um dos principais adversários dos triatletas. O dia começou fresco, mas logo as temperaturas subiram e a falta de umidade dificultou ainda mais os trechos de ciclismo e corrida.
No ciclismo fiz o esperado fechando com 3h 12 minutos onde o propósito seria fechar com 3horas, eram 3 voltas de 30kilometros muito técnicos com subidas, viadutos e a belíssima Ponte projetada pelo nosso querido e admirado Oscar Niemeyer. Na ponte um vento lateral forte aumentava a cada volta, o clima de empolgação e o lindo lugar faziam já na segunda e terceira voltas do ciclismo  as dores e o cansaço diminuírem.

Na segunda volta do ciclismo fui surpreendido pela moto da organização, os fiscais da prova pedindo que eu descesse da bike, perguntei o porque eles disseram que eu fiquei por 15 segundos em vácuo de outro atleta e eles viram, eu mandei eles se ferrarem e continuei, eles se aproximaram novamente e disseram que se eu não cedesse teria um vermelho.. bem ai parei briguei pois eu ultrapassei um atleta á frente sempre estando pela lateral esquerda dele más disseram que eu estava errado, o pior é que você vê muitos grupos de ciclistas, pelotões escancarados e esses eles não param!! A revolta é que isso me custaria ficar 10minutos parado antes de correr.



 Todos comentavam sobre hidratação obviamente pelo clima seco e o calor, mas falaram tanto que bebi água em excesso dias antes e minutos antes da largada.
 Porém de tanto me hidratar, me deu vontade muito forte  de fazer xixi e  eu  não queria fazer na roupa e escorrer pra sapatilha pois na ultima vez que fiz isso quase apodreceu a sapatilha por ter secado, enfim..

 detalhes a parte, desci da bike pra urinar, obviamente perdendo mais tempo.  

Completado os 90km de ciclismo já cansado pelo calor e também por fazer força pois lá ventava muito, sempre mais a cada volta , antes mesmo de entrar na T2 tive de ficar na espera dos 10min, mais demorados que já vivi... com raiva, sede, com vontade de correr e vendo muitos atletas passarem por mim, isso me deixou momentaneamente triste, mas ao Iniciar a corrida, o desafio e o ânimo voltaram !!

Os 21km de corrida foram pesados, iniciei bem já com uma  subida pra ajudar a complicar e o clima que, além de muito seco éra quente !! Por volta já  das 11horas a.m, a maioria dos atletas que acompanhei sofriam na meia maratona, haviam muitos pontos de hidratação, organização fenomenal, más o clima judiava fazendo que muitos andassem durante a prova, até o km11 mantive legal, más câimbras nas panturrilhas e coxas apareceram.. eram leves e fui segurando,, sabendo que não podia parar, eram 3 voltas de 7km.
Na ultima volta no retorno do lago Paranoá por sinal um lindo lugar, tive que andar pois travou uma panturrilha, fui  tentar alongar deu na coxa direita.. tudo estava mal.. eu não queria aquela situação e andei o mais rápido que pude, trotava e andava alternando até a descida que dava acesso ao pórtico o final da prova.

Mesmo não podendo, corri mais forte, sempre com água na mão jogava copos e mais copos na cabeça para aliviar o calor.. pensei em tudo como um filme em fleches na minha mente , família, filhotão, no sorriso lindo dele, na primeira medalha de uma prova Oficial de Ironman que daria para ele, então corri tudo o que podia até a linha de chegada, fechando com o tempo de 1h 52 minutos a meia maratora da prova sendo esse até agora meu melhor tempo na distancia.
Aprova inteira completei no Total de 6h e 7min sendo também meu melhor tempo até então nessa distância Ironman 70.3,  porém era pra ter sido por volta das 5h 40..45 min.. Paciência !!

Independentemente de tempos, tudo foi muito bom, o passeio, a experiência de mais uma prova de endurance, a oportunidade que Deus me Deu de poder fazer mesmo que sem foco algumas provas de triathlon.

Obrigado Deus !!